Quinta-feira - Manaus - 18 de abril de 2019 - 12:32

MANAUS-AM

Amazonino mantém vivo processo que pede cassação de Wilson Lima

O ex-governador Amazonino Mendes deu, por meio de procuração, autorização para que o advogado Júlio Lorenzoni passe a atuar na ação.

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 4 de fevereiro - 05:30

O processo é o que envolveu a prisão do ex-prefeito de Nhamundá, Mário Paulain, ainda no primeiro turno da eleição.

Foto: Divulgação

Rosiene Carvalho

Após criar expectativa de que poderia desistir da ação movida contra o governador Wilson Lima (PSC) nas Eleições 2018, o ex-governador Amazonino Mendes (PDT) mantém vivo o processo em que pede a cassação do mandato de Wilson por compra de votos nas Eleições 2018.

Nesta sexta-feira, dia 1º, o governador Amazonino Mendes deu, por meio de procuração, autorização para que o advogado Júlio Lorenzoni passe a atuar na ação.

Lorenzoni já havia atuado na defesa eleitoral de Amazonino nas Eleições Suplementares de 2017.

O processo é o que envolveu a prisão do ex-prefeito de Nhamundá, Mário Paulain, ainda no primeiro turno da eleição.

Paulain foi preso e com ele apreendido dinheiro e material de santinho de vários candidatos. O telefone do ex-prefeito foi apreendido e está passando por perícia na Polícia Federal.

Os advogados de Amazonino, Daniel Nogueira e Marco Aurélio Choy, apresentaram petição desistindo de representar Amazonino e alegando falta de pagamento.

Publicado também em http://bit.ly/Rosiene