Segunda-feira - Manaus - 18 de janeiro de 2021 - 01:11

MANAUS-AM

Com avanço da covid-19 e colapso na saúde, AM registra maior isolamento social

Adesão da população ao isolamento social voltou a subir com avanço da contaminação do novo coronavírus

ADNEISON SEVERIANO

Publicado em 12 de janeiro - 06:00

Manaus vive situação crítica com novo avanço na contaminação desde dezembro.

Foto: Janailton Falcão/Amazonastur

Com a falta de leitos em hospitais privados e o risco de novo colapso na rede pública de saúde durante a pandemia do novo coronavírus diante do aumento de casos da covid-19 em Manaus, o índice de isolamento social do Amazonas aumentou. Desde o início 2021 o distanciamento social tem ganhado adesão e chegou a 51,1%. O fechamento do comércio e a suspensão das atividades econômicas não-essenciais coincidem com o período de aumento do índice de isolamento.

O isolamento social estava em queda desde maio do ano passado no Amazonas, mas voltou a aumentar no feriado de Natal. Desde então o índice de isolamento social oscila entre 50% e 60%, de acordo com monitoramento da empresa Inloco, que usa dados enviados por aplicativos parceiros para aferir deslocamentos dos usuários e verificar diariamente o comportamento de 60 milhões de pessoas em todo Brasil. O indicador mostra se a população está se movimentando nas ruas ou permanecendo em casa a partir de dados de aplicativos de celulares.

No último dia 3 de janeiro, o índice de isolamento social atingiu a maior marca no Amazonas, alcançando 60,1% da população. O aumento da adesão no estado coincide com registro no novo pico de mortes e casos confirmados da covid-19, que foi iniciado ainda no final de dezembro de 2020.

O Amazonas aparece na 1ª posição do índice de isolamento social entre os 27 estados e o Distrito Federal nesse domingo, 10/11.

As recomendações de isolamento social das autoridades de saúde continuam sendo as principais medidas para conter o avanço do novo coronavírus, enquanto a vacinação contra a covid-19 é aguardada.