Quarta-feira - Manaus - 2 de dezembro de 2020 - 12:21

DIVERSÃO

'Babenco', de Bárbara Paz, vai representar Brasil na corrida ao Oscar

A última vez que o país foi indicado entre os filmes estrangeiros foi com "Central do Brasil", de 1998.

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 18 de novembro - 15:30

A escolha foi feita por uma comissão formada inteiramente por profissionais do setor.

Foto: Divulgação

A Academia Brasileira de Cinema, a ABC, anunciou nesta quarta-feira, 18/11, que o documentário "Babenco: Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou", de Bárbara Paz, será o candidato oficial do Brasil para tentar uma vaga entre os indicados ao próximo Oscar de melhor filme internacional.

A escolha foi feita por uma comissão formada inteiramente por profissionais do setor.

São eles os diretores de fotografia Afonso Beato e Lula Carvalho; os produtores Clelia Bessa, Leonardo Monteiro de Barros, Renata Magalhães e Rodrigo Teixeira; e os cineastas Laís Bodanzky, Roberto Berliner e Viviane Ferreira. Os também cineastas Andre Ristum e Toni Venturi serviram de membros suplentes do grupo.

Na disputa, além de "Babenco", estavam os filmes "A Divisão", "A Febre", "Alice Júnior", "Aos Olhos de Ernesto", "Casa de Antiguidades", "Cidade Pássaro", "Jovens Polacas", "M8", "Macabro", "Marighella", "Minha Mãe É uma Peça 3", "Narciso em Férias", "Pacarrete", "Pureza", "Sertânia", "Todos os Mortos", "Três Verões" e "Valentina".

Pelo calendário do Oscar, no dia 9 de fevereiro será feito o anúncio dos filmes pré-selecionados para a categoria de longas internacionais. Quase um mês depois, no dia 15 de março, a lista completa de quem de fato foi indicado é anunciada. A cerimônia de premiação ficou para o dia 25 de abril de 2021.