Domingo - Manaus - 8 de dezembro de 2019 - 15:47

ESPORTES

Chefe da Mercedes diz que Lewis Hamilton tem "75% de chance" de continuar na equipe em 2021

Toto Wolff admite que falou com hexacampeão mundial sobre a possibilidade de transferência para a Ferrari, mas que acredita na permanência do inglês, que tem um ano de contrato

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 2 de dezembro - 10:36

Lewis Hamilton conquistou 11 vitórias nas 21 corridas da temporada

Divulgação

Lewis Hamilton ainda tem um ano de contrato com a Mercedes, mas o chefe da equipe hexacampeã mundial de Construtores, Toto Wolff, já pensa na renovação. O austríaco comentou que acredita na permanência do inglês, mas admitiu pela primeira vez que existe a possibilidade de o hexacampeão deixar o time rumo a um novo desafio.

“Eu avaliaria em 75%. Dou esse número porque acho que do lado racional tudo fala pela continuação do relacionamento de ambos os lados. Mas, igualmente, há uma chance de 25% sobre a qual não estamos no controle. Então, vemos como os próximos meses se desenrolam”, disse Wolff à TV inglesa BBC.

Hamilton já disse abertamente que deseja um dia guiar pela Ferrari, e a própria equipe se diz feliz com a possibilidade de o hexacampeão ficar livre no fim de 2020. Toto Wolff revelou que já conversou com o piloto sobre uma possível investida da Ferrari:

“Conversamos abertamente sobre a Ferrari e o que a marca representa. Mas, para mim, enquanto pudermos produzir um carro rápido e um motor potente, sempre teremos a oportunidade de decidir quem pilota o carro. Não há dúvida de que a prioridade de Lewis será tentar fazê-lo funcionar com a equipe e tentarei fazê-lo funcionar com Lewis, mas o mais importante é que temos um bom carro e depois podemos decidir por nós mesmos”.

Por fim, Wolff comentou que vê apenas o lado emocional como possível entrave para a continuidade da parceria de Hamilton com a Mercedes.

“Precisamos permanecer humildes em relação ao sucesso e não é apenas dizer, é realmente o que quero dizer. Se você olhar para isso de um ponto de vista racional, tudo fala pelo fato de continuarmos juntos, mas também pode haver outros fatores, um novo desafio, um negócio emocionante no qual você nem sempre leva em consideração, mas eu dou a isso um 25% de chance”, finalizou.