Domingo - Manaus - 24 de janeiro de 2021 - 20:39

MANAUS-AM

Em menos de quatro horas, Manaus registra seis homicídios

Um dos assassinados foi encontrado amarrado e pendurado em uma árvore, no quilômetro 43, da Rodovia AM-010

CARLA ALBUQUERQUE

Publicado em 14 de janeiro - 09:27

Todos os crimes foram registrados e acompanhados pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestro (DEHS)

Foto: Divulgação

Entre as 17h e 20h55 desta quarta-feira, foram registrados pelas polícias Civil (PC) e Militar (PM) seis assassinatos em Manaus. Os crimes ocorreram nas zonas Norte, Oeste, Sul e na zona Rural da cidade. O bairro da Compensa registrou dois homicídios em menos de uma hora. Todos os casos são investigados pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). 

As mortes começaram a ser registradas por volta das 17h, quando o corpo de um homem, ainda não identificado, foi encontrado amarrado e pendurado em uma árvore, no quilômetro 43, da Rodovia AM-010. A polícia acredita que antes de ser morta, a vítima foi torturada. 

Outro crime ocorreu no Ramal do Acará, no Lagoa Azul, na zona Norte. No local foi encontrado, por volta das 19h40, o corpo de Erikson da Silva Teixeira, 24. O homem, de acordo com a polícia, foi assassinado a tiros. Nenhum suspeito pelo crime foi identificado. 

Compensa

O bairro da Compensa foi o que mais registrou homicídios. Foram dois assassinatos em menos de uma hora. Entre as vítimas está Josenilson dos Santos Lira, 39. Ele foi baleado enquanto caminhava pela Avenida Brasil. Os suspeitos fugiram em uma  motocicleta. Logo em seguida, João Victor Cunha da Silva, 19, também foi morto no bairro. 

Outro homicídio foi registrado, de acordo com o Instituto Médico Legal (IML), no Novo Aleixo, na zona Norte. No local Alan Correa da Silva, 19, foi encontrado morto. Segundo a polícia, o jovem tinha sido sequestrado de frente ao local onde trabalhava. Ele também foi morto a tiros. A motivação é desconhecida. 

O último homicídio ocorreu no São Francisco, na zona Sul. Renan Humberto de Oliveira Pereira, 25, foi executado na presença da mãe e da namorada, por volta das 20h55. Os suspeitos chegaram ao local em um Ônix e efetuaram os disparos. Logo em seguida, fugiram. 

Todos os crimes foram registrados e acompanhados pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestro (DEHS) que já investiga os crimes.