Quarta-feira - Manaus - 21 de agosto de 2019 - 18:35

MUNDO

Explosão em base russa eleva aumento de radioatividade

"Os sensores do Sistema de Controle da Situação Radioativa em Severodvinsk registraram um breve aumento", informou o governo

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 10 de agosto - 09:03

A base é usada para testes de armas, inclusive mísseis balísticos utilizados pela Marinha russa

Foto: Divulgação

A explosão de um foguete numa base militar perto da cidade de Severodvinsk, no norte da Rússia deixou dois mortos na última madrugada e provou um aumento nos níveis de radioatividade na região, o que levou ao fechamento de parte do Mar Branco para o transporte marítimo.

"Os sensores do Sistema de Controle da Situação Radioativa em Severodvinsk registraram um breve aumento do pico de radiação", informou o governo local.

A informação contradiz o Ministério da Defesa russo que negou qualquer alteração nos níveis radioatividade.

Segundo a agência de notícias RIA, o governo afirmou que a explosão em uma base militar na região de Arkhangelsk não liberou substâncias perigosas na atmosfera.

Autoridades locais, porém, afirmaram em nota que a explosão provocou um breve aumento da radioatividade na área. Devido ao incidente, a região do Mar Branco próxima ao local da explosão precisará ser isolada por um mês.

Segundo as autoridades de Severodvinsk, cidade portuária às margens do Mar Branco e ponto da principal base naval russa no Ártico, a radiação começou a diminuir na sequência.Duas horas depois, o nível da radiação era de "0,11 microsievert por hora, de um máximo permitido de 0,60 microsievert", explicou nota do governo.

As autoridades de Severodvinsk, cidade com cerca de 190 mil habitantes, garantem que a situação não provocou um aumento do nível de radioatividade na área das empresas que trabalham na região.

Citando dados do Ministério de Emergências, o Greenpeace disse que os níveis de radiação subiram 20 vezes em relação ao normal na cidade. O grupo ambiental pediu que o órgão de proteção ao consumidor da Rússia explicasse o que causou essa alteração e se ela representava um risco à saúde.

Segundo o Ministério de Defesa da Rússia, a explosão aconteceu durante testes com "um motor a reação de combustível líquido". Dois militares morreram e outros seis ficaram feridos.

A base é usada para testes de armas, inclusive mísseis balísticos utilizados pela Marinha russa. Esse é o segundo incidente militar que ocorreu no país nesta semana. Na segunda-feira, uma série de explosões num depósito de uma base na Sibéria deixou um morto e 13 feridos.