Quarta-feira - Manaus - 12 de agosto de 2020 - 09:30

MANAUS-AM

Josué Neto dispara contra Wilson Lima: "Tem dificuldade de raciocínio este rapaz"

Deputado criticou a demora, segundo ele, para o Governo do Amazonas enviar ao parlamento estadual a nova 'Lei do Gás'

SIGRID AVELINO

Publicado em 15 de julho - 11:16

Críticas têm sido pesadas por parte do presidente da Assembleia

Fotos: Ascom

Em mais um dia de queda de braço com o Governo do Amazonas, o deputado Josué Neto (PRTB) disse que Wilson Lima (PSC) tem ‘dificuldade de raciocínio’. A crítica aconteceu nesta terça-feira, 14/07, quando o presidente do parlamento estadual comentou a nota do governo, que dizia ser inconstitucional a 'Lei do Gás', aprovada pelos deputados. 

Segundo Josué, o Projeto de Lei (PL) proposto por ele não está mais na pauta, mas o governador precisa dar informações sobre a Lei do Gás criada pelo Estado, que, na visão do deputado, já deveria ter sido encaminhado para aprovação na Casa.

“O governador na sua nota diz assim: a referida Lei do Gás afronta a constituição federal. Quer dizer, Nárnia do Amazonas mais uma vez mostra o quanto o desgoverno é míope nos programas de desenvolvimento deste Estado. O desgovernador de Nárnia do Amazonas, Wilson Lima, esqueceu que ele 70 dias atrás criou a comissão e ele ainda está falando da Lei aprovada nesta casa, ainda tá falando do penúltimo passo, ele ainda tá lá atrás”, criticou.

O presidente da Aleam informou que a Lei do Gás, de autoria do governo, teve 60 dias para ser entregue à apreciação da Assembleia. Essa prazo foi aprovado na assembleia após requerimento de autoria dos deputados Roberto Cidade (PV) e de Alessandra Campelo (MDB). "Ele tem dificuldade de raciocínio este rapaz", disse Josué se referindo ao governador Wilson.

O parecer do relator Sinésio Campos (PT) já está pronto e, segundo o petista, entregue às instituições que também parte da Comissão Especial de Estudos coordenada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti). Sinésio é o representante do legislativo estadual.

“O leilão da Petrobrás acontece a qualquer momento daqui a duas semanas e o Estado do Amazonas vai perder a oportunidade de ter os seus blocos de gás vendidos para as multinacionais e as empresas nacionais”, ressaltou.

Serafim Corrêa também se posicionou. “Governador precisa sair de uma redoma que ele se encontra ele precisa pensar no futuro do Estado. Nós temos situações muito delicadas nesse momento, aí na hora que surge uma oportunidade que a MP vai fazer um leilão, ele manter uma situação só para que o leilão não aconteça, aí já é birra, aí já não é legal. Quero fazer um apelo à serenidade, ao bom senso, que o governador tome a iniciativa de destravar”, declarou.

“Se nós não avançarmos nós estaremos jogando fora uma oportunidade que outros estados podem aproveitar e depois que os outros aproveitarem a ‘inês é morta’, não vai adiantar chorar o leite derramado”, finalizou.

TH VIDEO