Quarta-feira - Manaus - 8 de julho de 2020 - 03:59

MUNDO

Londres quer adiar próxima cúpula do clima para final de 2021

Em abril, as autoridades da ONU para a mudança climática já haviam decidido adiar a conferência sem data, devido à crise da saúde, de acordo com as autoridades britânicas e italianas, que estão organizando o evento em conjunto.

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 27 de mai - 16:00

A adoção de uma nova data será discutida nesta quinta-feira 

Foto: AFP

O governo britânico pediu para adiar até novembro de 2021 a Conferência Internacional sobre o Clima (COP26), que aconteceria este ano em Glasgow - informou a ONU nesta quarta-feira, 27/5.

Em abril, as autoridades da ONU para a mudança climática já haviam decidido adiar a conferência sem data, devido à crise da saúde, de acordo com as autoridades britânicas e italianas, que estão organizando o evento em conjunto.

Agora, "em uma carta enviada a todos os centros nacionais para propor novas datas para a COP26", Londres sugere o início de novembro de 2021, disse à AFP um porta-voz da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança Climática.

Segundo esse órgão, a adoção de uma nova data será discutida nesta quinta-feira em uma reunião de acompanhamento entre o Reino Unido, os outros países e a ONU.

"A decisão será anunciada no final da reunião para a mídia, em nosso site e nas mídias sociais", afirmou.

Segundo o jornal britânico "The Guardian", os governos dos países participantes pensaram inicialmente "que a cúpula poderia ser convocada nos primeiros três meses de 2021".

Agora, no entanto, o Reino Unido acredita que "é necessário um período muito mais longo", acrescentou o jornal.

Cerca de 30.000 pessoas, incluindo 200 chefes de Estado e de Governo, foram convidadas para esta cúpula de 11 dias de duração, considerada crucial para limitar o aumento das temperaturas no planeta.