Quinta-feira - Manaus - 13 de agosto de 2020 - 10:25

ESPORTES

Manaus aposta em velocidade para eliminar Coritiba da Copa do Brasil

Gavião enfrenta o Coritiba nesta quarta-feira, 12/2.

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 11 de fevereiro - 14:00

Pela primeira vez, o clube enfrenta um time da série A do Brasileiro.

Foto: Divulgação/FC

Júlia Rodrigues - Da Redação

Com apenas 6 anos, o Manaus FC é a esperança mais jovem do esporte Amazonense para alcançar destaque no futebol nacional. O Gavião do Norte viu em 2019 o seu time levar para a Arena da Amazônia 44.121 mil torcedores, o segundo maior público da história. Na próxima quarta-feira, 12/2, o time de Wellington Fajardo enfrenta o maior desafio dos times Amazonenses desde 2014: passar da primeira fase da Copa do Brasil. Pela primeira vez, o clube enfrenta um time da série A do Brasileiro.

Para o jornalista Emanuel Mendes, que cobre os jogos do Manaus FC, explorar a lentidão da defesa adversária é uma alternativa para o técnico do Gavião. “Armar a equipe, explorando a velocidade do Rossini pelo lado esquerdo junto com o Caíque e com a chegada do Diego Dolem, para fazer as triangulações na área do goleiro Alex Muralha. O Rossini, especialmente, costuma crescer em “jogos grandes” e certamente vai procurar as jogadas ofensivas”, disse o jornalista. 

O presidente do Manaus FC, Luis Mitoso, comentou que a expectativa é de um grande jogo e de uma boa apresentação do time. Segundo ele, para vencer o Coritiba, o Gavião vai precisar jogar com determinação e foco. “Jogar se entregando, dando o seu melhor e aplicar no jogo a estratégia dos treinamentos feitos pela comissão técnica”. 

A delegação do Coritiba desembarcou em Manaus na manhã desta segunda, 10/2. O time comandado pelo técnico Eduardo Barroca conta com 22 jogadores para a partida, com o retorno do lateral esquerdo, William Matheus, que foi poupado no último domingo, 9/2. O Alviverde Curitibano não perde desde o dia 5 de outubro de 2019. De lá pra cá são 12 vitórias e 7 empates em 19 jogos.

O técnico do Coxa, Eduardo Barroca, disse em entrevista ao Sportmanaus que tem muito respeito pela equipe do Gavião e que espera um jogo extremamente difícil e de muita qualidade, na próxima quarta-feira. “O adversário é muito bem organizado e joga junto há algum tempo, com jogadores bastante experientes. É uma equipe que vai jogar em casa, enfim, a gente precisa trabalhar na nossa plenitude”, disse o comandante da equipe alviverde. 

A expectativa é de público superior a 15 mil pessoas

Foto: Manaus FC

Situação

Para o Manaus Fc, avançar para a próxima fase da competição significa muito mais do que a quebra de tabu que persegue os times Amazonenses desde 2014, mas um acréscimo nos cofres do clube. Mesmo tendo a Bemol como patrocínio master, ainda tem as cotas de participação da Copa do Brasil como uma das principais fontes de receita. Vale lembrar que, em um passado nem tão distante, os dirigentes do clube do norte, Luis Mitoso e Giovanni Alves, precisaram vender rifas nos semáforos da cidade para ajudar a fechar a folha de pagamento do Gavião.

A expectativa é de público superior a 15 mil pessoas na Arena da Amazônia na noite desta quarta-feira.