Sábado - Manaus - 15 de agosto de 2020 - 00:59

MANAUS-AM

Manaus recebe projeto inédito de diabetes

Com foco em educação para profissionais da rede básica de saúde e evento paralelo de diabetes para a população em geral, objetivo é conscientizar todos sobre um problema que atinge mais de 14 milhões de brasileiros atualmente

MÁRIO ADOLFO FILHO

Publicado em 17 de julho

Doença atinge mais de 14 milhões de brasileiros atualmente

Foto: Agência Brasil

São Paulo - A Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) com o apoio da WDF - World Diabetes Foundation e parceria com a ADJ (Associação de Diabetes Brasil) vai realizar de 18 a 22 de Julho, em Manaus (AM), uma edição de extensão do Projeto Educando Educadores Sem Fronteiras, que tem como objetivo qualificar os profissionais que lidam com a população da rede básica de saúde para utilizar a educação em diabetes como principal forma de conseguir a adesão ao tratamento e melhoria da qualidade de vida de seus portadores, nas regiões mais distantes do Brasil.

O projeto é um Curso de Qualificação em Educação em Diabetes e terá também apoio do DABE (Departamento de Atenção Básica e Ações Estratégicas) da Secretaria de Estado da Saúde do Amazonas e é destinado aos profissionais de saúde da rede pública com carga horária de 40 horas. O evento será realizado no Hotel Da Vinci, (Bairro de Adrianópolis) e no dia 22, sábado, será realizada uma Feira de Saúde pelos alunos com a orientação da equipe do Projeto (no Parque Municipal do Idoso das 9h às 13h - Rua. Rio Mar, S/N - Nossa Senhora das Graças). Na feira de saúde, que é gratuita e direcionada para a população em geral, serão realizados testes de glicemia capilar (ponta de dedo), avaliação do índice de massa corporal (IMC) e orientação alimentar. As informações e exames serão realizados pelos próprios alunos do curso.

O Projeto Educando Educadores Sem Fronteiras em Manaus tem como coordenação científica a médica Claudia Pieper. 

Sobre a Sociedade Brasileira de Diabetes 

A Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) é uma associação civil, sem fins lucrativos e foi fundada em 1970. Tem como membros médicos e outros profissionais de saúde com interesse em diabetes mellitus. Filiada à International Diabetes Federation (IDF), tem como missão contribuir sempre para a prevenção e tratamento adequado do diabetes, disseminando conhecimento técnico-científico entre médicos e profissionais de saúde para conscientizar a população a respeito do diabetes visando a melhora da qualidade de vida das pessoas com diabetes. 

O objetivo é colaborar com o Estado na formulação e execução de políticas públicas voltadas para a atenção correta dos pacientes e redução significativa do número de indivíduos com diabetes em nosso país. Além disso, ser reconhecida nacional e internacionalmente como uma instituição-referência e um centro de saber e informação em diabetes, orientada por princípios de ética e transparência e por uma conduta médica e social desvinculada de qualquer interesse pessoal, financeiro ou corporativo.