Quinta-feira - Manaus - 9 de julho de 2020 - 07:53

MANAUS-AM

Manaus teve 1.066 assassinatos em um ano

De acordo com o secretário de Segurança Pública, Louismar Bonates, 90% desses assassinatos estão relacionados ao tráfico de drogas

CARLA ALBUQUERQUE

Publicado em 13 de janeiro - 11:28

Este ano, segundo a DEHS, nesses 12 primeiros dias, já foram contabilizados 53 assassinatos

Foto: Divulgação

Durante todo ano de 2019 foram registrados pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) 1.066 casos de assassinatos em Manaus. Este ano, até este domingo os registros de mortes violentas alcançaram a casa de 45 crimes. De acordo com o secretário de Segurança Pública, Louismar Bonates, 90% desses assassinatos estão relacionados ao tráfico de drogas.

Os dados obtidos pelo Portal TodaHora são divergentes dos que estão registrados no site da SSP. No site da transparência da Secretaria constam informações dos crimes de homicídios ocorrido em Manaus até o mês de novembro, quando foram contabilizadas 760 mortes violentas na cidade.

Mas, de acordo com registros catalogados pela DEHS, os 12 meses do ano passado tiveram 1.066 crimes do tipo. Na unidade são registradas todos as mortes, sejam encontro de cadáveres, ossada humana, homicídios, feminicídios e morte por intervenção policial - estes casos não entram na estatística oficial da SSP, mas da delegacia sim.

Janeiro preocupa

No site da SSP consta que em todo o mês de janeiro de 2019 foram registrados em Manaus, 69 casos de homicídios. Nos anos anteriores, como em 2014, por exemplo, a DEHS fez o registro de 76 crimes; em 2015, 84; em 2016, 90; em 2017, quando ocorreu a chacina no sistema prisional, 81 mortes; e em 2018, 49 casos.

Este ano, segundo a DEHS, nesses 12 primeiros dias, já foram contabilizados 53 assassinatos. Dentre eles está a morte de uma criança de 12 anos, que estava brincando de bicicleta quando foi atingido a tiros, durante confronto entre integrantes de facções criminosas, no Conjunto Amazonino Mendes, no Novo Aleixo, na zona Norte.

Na manhã desta segunda-feira, 13/1, a SSP lançou operação integrada em toda a capital com aumento de ações de repressão ao crime

Foto: sSP

De acordo com o secretário de Estado de Segurança Pública (SSP) coronel Louismar Bonates, 90% dessas mortes registradas na cidade são em decorrência do tráfico de drogas. Segundo ele, as apreensões de droga realizadas pelas forças de segurança têm feito com que as facções criminosas briguem. “Isso está refletindo pela briga de espaço (do tráfico) que estão sobrando”, disse.

Na manhã desta segunda-feira, 13/1, a SSP lançou operação integrada em toda a capital com aumento de ações de repressão ao crime. A ação deve se estender por toda a semana, com barreiras de fiscalização, incursões em regiões vermelhas para apurar denúncias de tráfico de drogas.

De acordo com o secretário Louismar Bonates Manaus vai contar com reforço policial nas ruas de cerca de 500 policiais civis e militares. “Nós temos certeza que vamos voltar a normalidade que estava acontecendo”, afirmou.