Sábado - Manaus - 24 de agosto de 2019 - 23:35

MUNDO

'Não aceitamos ultimatos de ninguém' diz maduro sobre prazo da UE

O presidente venezuelano tomou posse para um segundo mandato no dia 10 de janeiro.

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 4 de fevereiro - 08:36

O presidente venezuelano tomou posse para um segundo mandato no dia 10 de janeiro

Foto: AFP

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, afirmou durante entrevista ao programa Salvados, do jornalista Jordi Évole, da estação de televisão espanhola La Sexta, que 'não aceita ultimatos de ninguém', numa referência ao prazo de oito dias dado por seis países da União Européia (Alemanha, Espanha, França, Holanda, Portugal e Reino Unido) para convocar uma nova eleição presidencial na Venezuela até este domingo (3).

"Não aceitamos ultimatos de ninguém. É como se eu dissesse à União Europeia: 'Dou-lhe sete dias para reconhecer a república da Catalunha'" afirmou Maduro.

O presidente venezuelano tomou posse para um segundo mandato no dia 10 de janeiro, mas seu governo vem sendo ameaçado desde que Juan Guaidó, líder do Parlamento da Venezuela, se autoproclamou presidente interino do país no dia 23 de janeiro. 

TH VIDEO