Terça-feira - Manaus - 22 de setembro de 2020 - 01:55

MANAUS-AM

O maior calor dos últimos 10 anos em Manaus

O fim de semana promete ser de calor intenso. O Inmet aponta temperatura de 37ºC no sábado e 38ºC no domingo

SIGRID AVELINO

Publicado em 8 de agosto - 06:48

Em 2020 há a possibilidade de uma redução ainda maior na formação de nuvens.

Foto: Tadeu Júnior

O calor promete não dar trégua nos próximos dias. Com temperaturas cada vez mais elevadas em Manaus, 2020 pode ser o mais quente dos últimos 10 anos. Dados do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) apontam que a seca no Estado aumentará este ano. A estação se caracteriza por redução da nebulosidade, o que contribui para as altas temperaturas, logo, menos nuvens e mais radiação solar na superfície.

Segundo o meteorologista do Sipam, Ricardo Dallarosa, em 2020 há a possibilidade de uma redução ainda maior na formação de nuvens, já que o Centro Nacional de Furacões (National Hurricane Center) dos Estados Unidos está prevendo uma temporada similar à de 2005, quando tivemos a segunda maior seca deste século e temperaturas mais elevadas que a média. 

“Lembramos que a temporada de furacões deve prolongar-se até novembro, portanto, por toda a nossa estação seca. A nebulosidade na nossa região se reduz devido alterações no escoamento atmosférico induzidas pela ação dos furacões, carregando a umidade para a área de atuação do fenômeno (região do Caribe) e reduzindo a formação de nuvens na Amazônia Ocidental”, explicou Ricardo Dallarosa.

De acordo com o meteorologista a possibilidade de 2020 ser o mais quente desta década não é uma previsão, mas uma expectativa. “Eu citei os últimos 10 anos porque em 2010, por outros motivos, tivemos a maior seca deste século com temperaturas também mais elevadas que a média esperada”, disse.

O verão amazônico que iniciou em junho vai até o mês de outubro, até lá a previsão é de pouca chuva, típico da estação seca. “Os meses de agosto e setembro são os mais quentes do ano (Manaus) e, em outubro, ainda acontecem dias quentes, mas, com o aumento da nebulosidade (e das chuvas) neste mês, a temperatura média começa seu declínio”, descreveu Ricardo Dallarosa.

O verão amazônico que iniciou em junho vai até o mês de outubro, até lá a previsão é de pouca chuva, típico da estação seca.

Foto: Tadeu Júnior

Temperatura
Agosto começou com temperatura alta. Segundo o Sipam, no primeiro dia do mês, os termômetros marcaram 35,8ºC, foi o dia mais quente deste ano em Manaus, de acordo com dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Essa deve ser a média para os próximos meses.

Dados do Inmet apontam que nesta sexta-feira, 07/08, a temperatura ficou entre 36ºC e 25ºC.

O fim de semana promete ser de calor intenso, o Inmet aponta temperaturas elevadíssimas. No sábado, 08/08, a máxima prevista é de 37ºC e mínima de 24ºC. Já no domingo, 09/08, é bom se preparar porque a previsão é de 38ºC de máxima e 24ºC de mínima.

O fim de semana promete ser de calor intenso, o Inmet aponta temperaturas elevadíssimas. 

Foto: Tadeu Júnior

Cuidados 
Com menos chuvas previstas nos próximos meses é bom o manauara se preparar. Protetor solar e muito líquido nunca são demais, afinal a sensação térmica na rua é de temperatura beirando os 40ºC.

A nutricionista Aline Bastos orienta quanto a necessidade de ingestão de líquidos nesta época de calor intenso. “A recomendação é de no mínimo 40ml de água por quilo de peso ao dia. E associar isso ao consumo de 3 porções de frutas. Quem faz uso de diurético precisa redobrar a atenção de consumo”, orientou a profissional.