Quinta-feira - Manaus - 6 de agosto de 2020 - 03:09

MANAUS-AM
ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Passo a Paço: o Festival de Artes Integradas da Amazônia

Paço, projeto de ocupação artística do Centro Histórico de Manaus

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 20 de agosto

Conteúdo de responsabilidade do anunciante

Este ano, o evento se consolida como Festival de Artes Integradas da Amazônia e traz grandes nomes nacionais, como Elza Soares, Projota, O Grande Encontro (Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Azevedo), Iza e Tropkillaz.

Entre os músicos locais, Márcia Novo, Marcelo Nakamura, Lorenzo Fortes, Luso Neto e Victor Xamã já estão confirmados, assim como Lucinha Cabral, Paulo Onça, Bel Martine e Joelma Klaudia.

Os grupos Carrapicho, República Popular, Aracema, Persepton, Escândalo Fônico, Alaídenegão, Trio Remanso, Nossa Música, Roda com Elas, com Lucilene Castro, Cinara Nery, Fátima Silva e Márcia Siqueira, também vão dividir o palco, além das bandas Redphone e Luneta Mágica.

Além da música, o festival terá duas apresentações do espetáculo “Grande Sertão: Veredas”, uma adaptação da obra de Guimarães Rosa com participação do ator Caio Blat, Leonardo Miggiorin, Luiza Lemmertz, Luísa Arraes e grande elenco.

A feira gastronômica, um dos carros-chefes do Passo a Paço, terá a presença de Bela Gil, juntamente com mais de 30 chefs locais, trazendo suas criações a preços populares. 

Uma das novidades da edição 2018 é a abertura da Plataforma Malcher para ocupação artístico-cultural. O local fica situado no Porto de Manaus, às margens do Rio Negro, e se junta à Praça D. Pedro II e à Praça dos ingleses como palco do festival.

Viva você também essa experiência.

Confira a programação e muito mais em vivamanaus.com

FONTE: Secretaria Municipal de Comunicação