Sábado - Manaus - 24 de agosto de 2019 - 22:42

MANAUS-AM

Plínio quer incluir combate à violência contra mulher nos currículos da educação básica

A inclusão irá alterar a Lei de Diretrizes e Bases da Educação. 

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 12 de fevereiro - 14:46

As propostas foram anunciadas nesta terça-feira.

Foto: Divulgação

O senador Plínio Valério (PSDB-AM) anunciou nesta terça-feira, 12/2, em Plenário que apresentará duas propostas: a autonomia do Banco Central, para que a instituição possa executar suas atividades sem sofrer qualquer pressão política, e a inclusão de conteúdos sobre a prevenção da violência contra a mulher nos currículos da educação básica, alterando a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB - Lei 9.394, de 1996).

O senador destaca que um garoto precisa aprender desde cedo como tratar uma mulher para que o quadro atual de muitas ocorrências de feminicídio (assassinato de mulheres por motivos de gênero) possa mudar no Brasil.

"A solução está na criança. A criança tem que aprender desde cedo, que quando a menina, quando a mulher diz não, é não. Tem que aprender desde cedo e levar para a sua adolescência e para a sua vida adulta que não se pode tocar na mulher sem que ela queira, que mulher não é mercadoria", disse o senador.