Quinta-feira - Manaus - 2 de julho de 2020 - 06:07

MANAUS-AM
COARI

PM apreende droga em Coari avaliada em R$ 2,5 milhões

‘Gambiarra’ e ‘Bodó’ tinham escondido diversos sacos com drogas em uma mata de igapó nas proximidades da Comunidade Menino de Deus da Ilha do Ariá

CARLA ALBUQUERQUE

Publicado em 29 de mai - 10:50

Os entorpecentes foram exibidos na 10ª Delegacia de Polícia Civil em Coari

Foto: PM

Um carregamento de 280 quilos de maconha do tipo skunk, avaliado de acordo com a Polícia Militar (PM) em R$ 2,5 milhões, foram apreendidos em uma área de igapó, no Rio Solimões, em Coari (a 365 quilômetros de Manaus). Segundo o comandante do 5º Batalhão da PM (BOM), tenente-coronel Pedro Moreira, a apreensão faz parte da operação Hórus, realizada nesta quinta-feira, 28/5.

O tenente-coronel informou que as buscas iniciaram depois de a PM ter recebido denúncias de ribeirinhos informando que suspeitos identificados por eles como ‘Gambiarra’ e ‘Bodó’ tinham escondido diversos sacos com drogas em uma mata de igapó nas proximidades da Comunidade Menino de Deus da Ilha do Ariá.

Depois de várias buscas, o entorpecente foi encontrado na mata de igapó atrás da Comunidade. “Os Policiais Militares foram até o local e desconfiaram de uma canoa encostada na margem e seguiram uma trilha que os levou até os sacos com drogas que estavam cobertos com uma lona preta”, informou Moreira.

De acordo com Pedro Moreira, os suspeitos de serem os donos da droga, segundo os moradores são piratas de rio, mas nenhum foi encontrado no local. “O infrator Wugercirley Peres, apelidado de Gambiarra, apesar de jovem é velho conhecido da polícia possuindo dois mandados de prisão em aberto por envolvimento na pirataria de rio”, lembrou o comandante.

Ainda de acordo com Pedro Moreira, durante a operação policial no Rio Copeá na semana passada, a polícia obteve informações que o bando de Gambiarra teria roubado uma grande quantidade de drogas e levado para a cidade de Coari. Investigações apuram se o carregamento apreendido, nesta quinta-feira, se trata da mesma droga. 

Os entorpecentes apreendidos foram apresentados e exibidos na 10ª Delegacia de Polícia Civil em Coari, onde foram pesados, contados, e deverão ser incinerados. De acordo com o tenente-coronel, as buscas vão continuar na localidade para se tentar capturar o suspeito.