Domingo - Manaus - 15 de setembro de 2019 - 22:56

MANAUS-AM

Polícia prende empresário denunciado pela ex-companheira por violência doméstica

De acordo com a Polícia Civil, o empresário tem várias passagens por violência doméstica. no dia 6 de agosto deste ano, o homem ameaçou a ex-companheira dele

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 21 de agosto - 14:07

O empresário foi indiciado por descumprimento de medida protetiva e violência doméstica.

Foto: Divulgação

A equipe de investigação da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM), sob o comando da delegada Débora Mafra, titular da especializada, com apoio de policiais militares da 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), cumpriu na noite desta terça-feira, 20/8, por volta das 20h30, mandado de prisão preventiva em nome de um empresário de 42 anos, em razão de violência doméstica cometido contra a ex-companheira dele, uma mulher de 41 anos. 

De acordo com a autoridade policial, o infrator e a vítima se relacionaram durante sete anos, mas não estão mais juntos. Conforme a delegada, no dia 6 de agosto deste ano, o homem ameaçou a ex-companheira dele na vidraçaria onde eles trabalhavam. Na ocasião, imagens foram capturadas pelas câmeras de segurança da empresa.

“O empresário tem diversas passagens por violência doméstica, sendo duas registradas em 2014 por uma ex-companheira dele, em que ela relata ter sofrido perturbação da tranquilidade, ameaças e injúrias. Também consta no sistema um registro de ocorrência relatando que ele cometeu o mesmo delito contra a vítima, neste ano”, explicou Débora Mafra.

De acordo com a titular da DECCM, a ordem judicial em nome dele foi expedida no dia 20 de agosto deste ano, pela juíza Luciana da Eira Nasser, do 2º Juizado Especializado no Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (Maria da Penha). Segundo Mafra, o homem foi preso na empresa dele, situada na rua São Sebastião, bairro Japiim, zona sul da capital. 

Indiciamento

O empresário foi indiciado por descumprimento de medida protetiva e violência doméstica. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Denúncia

Débora Mafra ressaltou que qualquer tipo de ocorrência que atente contra a integridade física ou moral da mulher pode ser formalizada na especializada, situada na avenida Mário Ypiranga Monteiro, conjunto Eldorado, bairro Parque Dez de Novembro, zona centro-sul da capital, ou por meio do número 181, o disque-denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). “Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, garantiu.