Terça-feira - Manaus - 25 de fevereiro de 2020 - 04:26

MANAUS-AM

Prefeito assina termo aditivo para renovação da frota de ônibus

A assinatura foi condicionada à renovação da frota e, a partir do novo termo, os empresários passam a ter condições para viabilizar a chegada de 300 ônibus novos, ainda neste primeiro semestre.

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 13 de fevereiro - 19:48

Os novos ônibus começam a chegar no mês de abril.

Foto: Divulgação

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, assinou na tarde desta quinta-feira, 13/2, o termo aditivo no contrato de concessão das empresas que integram o transporte coletivo. A ação faz parte das medidas propostas pela intervenção no sistema, realizada pela Prefeitura de Manaus em julho de 2019, para oferecer um serviço de qualidade à população. A assinatura foi condicionada à renovação da frota e, a partir do novo termo, os empresários passam a ter condições para viabilizar a chegada de 300 ônibus novos, ainda neste primeiro semestre.

“O termo aditivo é dirigido a cada uma das empresas do transporte coletivo. Ele prorroga a vigência da concessão, que é o instrumento que permite a empresa chegar aos bancos e obter recursos, o que já está bem adiantado, para trazer os primeiros 300 ônibus da nova fornada”, destacou Arthur Neto.

De acordo com o diretor-presidente do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Francisco Bezerra, responsável por conduzir a intervenção no sistema de transporte coletivo, os novos ônibus começam a chegar no mês de abril.

“Estamos trabalhando para que a frota seja renovada da melhor forma possível. A princípio teremos 300 novos ônibus chegando, a partir do mês de abril, e acredito que até o mês de junho já teremos essa renovação concluída”, ressaltou Bezerra.

Dentre as demais medidas a serem implementadas a partir da intervenção está a obra de reconstrução do Terminal de Integração da Constantino Nery (T1), a construção do novo T6 e a reformas do T3 (Cidade Nova), T4 (Jorge Teixeira) e T5 (São José Operário), além da criação de três novas estações de transferências, das quais a primeira está em obra avançada juntamente com o novo anel viário da avenida Constantino Nery.