Sábado - Manaus - 14 de dezembro de 2019 - 15:56

MANAUS-AM

Projeto de lei proíbe canudos de plástico em estabelecimentos do Amazonas

O projeto de lei é de autoria do deputado Serafim Corrêa (PSB). 

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 11 de novembro - 15:09

Canudos de plástico deverão ser substituídos por canudos de papel reciclável, comestível ou biodegradável.

Foto: Divulgação

Tramita na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) proposta que prevê a proibição do fornecimento de canudos confeccionados com material plástico por estabelecimentos comerciais e órgãos públicos. O projeto de lei é de autoria do deputado Serafim Corrêa (PSB). 

De acordo com a matéria, hotéis, restaurantes, bares, padarias, clubes noturnos, salões de dança, eventos musicas de qualquer espécie, serviços de delivery, escolas públicas e privadas deverão substituir o canudo de plástico por canudos de papel reciclável, comestível ou biodegradável, embalados em mesmo material. 

Os estabelecimentos que continuarem fornecendo poderão arcar com multa de R$ 100 a R$ 1 mil, de acordo com o projeto de lei. 

"Com a aprovação desta lei, o Estado dr Amazonas estará alinhado com a postura já adotada em grandes centros urbanos do mundo, tudo para combater a poluição do meio ambiente e ingestão desses materiais por diversos animais", justifica Serafim na proposta. 

São Paulo

Em julho, o governador de São Paulo, João Doria, sancionou a proibição de uso de canudos plásticos em todo o Estado. O estabelecimento comercial que não cumprir a medida, poderá ser multado. A multa pode ser de R$ 530 a R$ 5.306, podendo ser aplicado em dobro em caso de reincidência.