Sábado - Manaus - 14 de dezembro de 2019 - 15:55

MANAUS-AM

Ritmo da vazante do Rio Negro segue dentro da normalidade e não deve causar prejuízos

Nesta terça-feira, a cota chegou aos 19,84 metros, sendo que nos últimos três dias, a vazante foi de quase meio metro.

THIAGO FERNANDO

Publicado em 8 de outubro - 14:08

Em junho, o Rio Negro atingiu seu nível mais alto, batendo os 29,42 metros.

Foto: Divulgação

Desde o inicio deste mês, o nível do Rio Negro desceu 1,7 metro. Apesar disso, de acordo com o chefe do Serviço de Hidrologia do Porto, Valderino Pereira, a previsão para este ano é que a vazante siga dentro da normalidade.

Em junho, o Rio Negro atingiu seu nível mais alto, batendo os 29,42 metros. Hoje, a cota chegou aos 19,84 metros, sendo que nos últimos três dias, a vazante foi de quase meio metro. Questionado sobre a possibilidade de uma forte vazante, Valderino informou que é bem provável que o nível chegue ao mesmo do ano passado, quando não baixou além dos 17 metros.

“O rio está no período de vazante que, normalmente, vai até o início de novembro e está  dentro de uma normalidade, apesar da forte baixa registrada nos últimos dias. Acreditamos que não teremos uma grande vazante. No ano passado, o nível neste período estava abaixo dos 18 metros”, informou.

Valderino  ressaltou que no alto Solimões, os níveis das águas já estão aumentando.
“A perspectiva é que a vazante não seja acentuada. Em Tabatinga, por exemplo, o rio já está começando a encher. Isso significa que muitas famílias não serão prejudicadas com a vazante”, concluiu.