Terça-feira - Manaus - 22 de setembro de 2020 - 00:25

MANAUS-AM

Suspeito de comandar emboscada contra PMs morre em novo confronto em Nova Olinda

'Bacurau' foi baleado ao reagir a prisão, durante operações realizadas por equipes enviadas ao município pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP). 

CARLA ALBUQUERQUE

Publicado em 5 de agosto - 15:42

Bacurau foi identificado como o homem que liderou a emboscada que vitimou dois policiais do COE.

Foto: Divulgação

‘Bacurau’ identificado como um dos principais suspeitos de liderar a emboscada que vitimou os dois policiais do Comando de Operações Especiais (COE) da Polícia Militar (PM) na última segunda-feira, 3/8, em Nova Olinda do Norte (a 139 quilômetros de Manaus), morreu nesta quarta-feira, 5/8. Conforme a própria PM, o suspeito foi baleado ao reagir a prisão, durante operações realizadas por equipes enviadas ao município, pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP). 

Um reforço com 30 policiais do próprio COE, do Grupo Forca Especial de Resgate e Assalto (Fera), Canil e Corpo de Bombeiros (CB) foi enviado para a cidade, com foco na Comunidade Terra Preta, localizada no Rio Abacaxis. Foi nesta área onde ocorreu a emboscada que vitimou o cabo Márcio Souza e o sargento Wagner Souza, além de deixar feridos um tenente e outro cabo. 

De acordo com informações da Polícia Militar, durante nova operação nesta quarta-feira, Bacurau, que foi identificado como o homem que liderou a emboscada, reagiu a prisão e morreu durante novo confronto. Com ele, foram apreendidas várias armas. Conforme os policiais, foi o armamento usado no primeiro confronto.

Conforme a Polícia Militar (PM), a equipe composta pelo cabo Márcio Souza, sargento Wagner Souza, pelo tenente Anderson Molaz e cabo Costa estava na localidade desde o último domingo.

Eles foram para a localidade, depois de o secretário executivo do Fundo de Promoção Social do Estado (FPS), Saulo Moyses Rezende da Costa, ser atingido com um tiro, no último dia 24/7, enquanto praticava pesca esportiva. Ele estava junto com um grupo de amigos, quando foram surpreendidos pelos tiros. 

Emboscada

Conforme a PM, os policiais estavam realizando uma série de incursões na localidade na tentativa de encontrar e prender os suspeitos de terem atirado no secretário. No entanto, a principal suspeita é de que os criminosos identificaram a presença da equipe e montaram uma emboscada. 

Os policiais foram surpreendidos no Rio Abacaxis. De acordo com a PM, após serem atacados, a equipe ainda reagiu, mas acabou sendo atingida. O cabo Souza e o sargento Wagner não resistiram e morreram. Já o tenente e o cabo receberam atendimento médico e passam bem. 

Mais informações em instantes.