Segunda-feira - Manaus - 17 de dezembro de 2018 - 13:05

MANAUS-AM

Vereadores que não completarão o mandato mudam composição da CMM em 17%

Sete vereadores ganharam as eleições do último domingo e deixam a Câmara de Vereadores

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 8 de outubro - 14:42

Seis estão de mudança do parlamento municipal para a ALE-AM e um para o Senado Federal

Foto: Robervaldo Rocha/CMM

As eleições gerais do último domingo, 7/10, vão mudar a composição da Câmara Municipal de Manaus (CMM), a partir de janeiro de 2019. Sete vereadores foram eleitos e não irão completar o mandato até 31 de dezembro de 2020. Seis estão de mudança do parlamento municipal para a Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) e um para o Senado Federal. Entre os suplentes votados, em 2016, que assumirão as vagas na CMM a partir do ano que vem, tem político que passará a ser titular e que ficou na 79º colocação em número de votos.

Plínio Valério (PSDB) elegeu-se Senador da República. Ele foi o mais votado para o cargo, com 834.809 votos. No lugar dele, na CMM, vai assumir Danízio Elias Souza, o Dante (PSDB). Dante, em 2016, recebeu 5,7 mil votos e ficou em 49º no ranking geral.

No ano de 2016, o vereador João Luiz (PRB) foi o mais votado e considerado grande surpresa daquele pleito. Foram 13.978 votos. Para deputado estadual, ele obteve 25.858, o 13º mais votado. Em seu lugar, ocupará o cargo Amauri Colares (PRB), que ficou em 40º lugar, na disputa para vereador, em 2016.

O 63º colocado, em 2016, para a CMM, Eloi Abreu (PHS), assumirá a cadeira que atualmente é ocupada por Wilker Barreto (PHS). O atual presidente da Casa foi o oitavo mais votado para a ALE-AM. Em 2016, Eloi recebeu 3.714 votos.

Álvaro Campelo (PP) deixará o lugar na CMM para o apresentador de TV Ronaldo Tabosa (PP). Em 2016, por meio da coligação com o PTB (Por um só Amazonas), Tabosa recebeu 6.945 votos, ficou em 43º lugar. Em 2012, Tabosa foi eleito, mas não assumiu o cargo. Um dia antes da posse, o diploma dele foi cassado por meio de liminar monocrática.

Therezinha Ruiz foi eleita pelo Democratas em 2016 para a CMM e eleita para a Assembleia, pelo PSDB. Ela ficou como 20º colocada para a Aleam. A vaga dela será ocupada por Ceará do Santa Etelvina, 51º mais votado em 2016 (5.104 eleitores).

No PTN, Felipe Souza elegeu-se vereador em 2016. Agora, pelo PHS, foi vitorioso para a Aleam, o 21º mais votado. Na fila de suplentes, o primeiro é Roberto Cidade que hoje está no PV. Roberto não assumirá a vaga porque foi o segundo mais votado para a ALE-AM. A vaga será ocupada por Dr. Alonso (PTN) que recebeu, em 2016, 5.752 votos, o 48º mais votado naquele pleito.

A 71º em número de votos, Mirtes Sales do PR voltará a CMM. Ela obteve 3.198 votos e vai ocupar a vaga que será deixada por Joana Darc, também do PR. Joana está no primeiro mandato eletivo e não vai completado. Para a Aleam, ele ficou na 12º colocação.

Quem entra:

  • Danízio Elias Souza (PSDB)
  • Amauri Colares (PRB)
  • Eloi Abreu (PHS)
  • Ronaldo Tabosa (PP)
  • Ceará do Santa Etelvina (DEM)
  • Dr. Alonso (PTN)
  • Mirtes Sales (PR)

FONTE: Reportagem: Pedroso de Jesus